SUBIR
Para melhor visualização desse site, é necessário que você atualize seu navegador:
Seu navegador não é atualizado há muitos anos, vários sites não funcionam corretamente sendo necessário a atualização.

logo Sinpro-es

  • O Sinpro
  • Convênios
  • Seus Direitos
  • Para Você
  • Central de Mídia

Página Inicial Meu Cadastro Fale Conosco Nossa págiona no Facebook Siga-nos no Twitter



O perfil do professor frente às Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) na sociedade em rede

Por Valderedo Sedano Fontana
 

Na sociedade contemporânea, a tecnologia faz parte de praticamente quase todas as atividades humanas. Para tanto, é necessário ao professor o conhecimento de novas Tecnologias da Informação e Comunicação – TICs, recursos técnicos que estão disponíveis na atualidade para gerar, armazenar e disponibilizar informações e permitir a comunicação entre as pessoas. Inclui-se como exemplo de TICs o celular, a televisão, Ipad /Tablet, players, computadores e internet.
 
Por que as TICs interessam ao professor e qual o impacto delas nas práticas pedagógicas? Vamos entender as formas para que os professores se apropriem desses meios e recursos e enriqueçam a qualidade das suas aulas.
 
Na década 1960, McLuhan propôs a ideia de uma comunicação global, foi precursor nos estudos midiológicos, criou o termo “aldeia global” após perceber que instrumentos como o rádio, telefone e televisão impactavam na comunicação das pessoas. Ele observou que esses aparelhos eletrônicos ligavam pessoas de todo o planeta e permitiam a disseminação de uma quantidade absurda de informações. Esses instrumentos tecnológicos observados evoluíram e o professor sente os reflexos dessas mudanças quando se depara com novos aparelhos eletrônicos e/ou novas forma de se comunicar.
 
Com a chegada do computador e da internet na escola, presenciamos uma explosão de novos gêneros e novas formas de comunicação, tanto na oralidade, escrita e na imagem. Como exemplo, podemos citar os textos imagéticos presentes no Youtube, através dos quais nos apropriamos da comunicação por meio das imagens em movimento.
 
A sociedade se estabelece em vínculos particulares que são chamados de culturas, assim tivemos por muitos séculos o predomínio da cultura oral, na qual a essência da comunicação se dava por meio do contato oral e necessariamente presencial. Logo após, passamos por um longo período da cultura letrada, no qual tínhamos o texto impresso. E, nessa sociedade em rede, as novas TICs apresentam outras formas de comunicação, hoje voltadas para o audiovisual. Esse novo ato de comunicação é marcado pelos instrumentos que permitem a geração de mensagens e conteúdos usando o áudio, a imagem estática, o movimento e o texto escrito, inclusive, textos em que todos esses canais estão presentes, por exemplo: os simuladores educacionais, os vídeos disponíveis na web, softwares educativos, etc.
 

A visão de ensino conhecida como tradicional, perde espaço para a nova sociedade da informação na qual estamos e a preocupação da escola é tornar essa sociedade em uma sociedade de aprendentes, ou seja, de conhecimentos. Neste cenário, o professor assume um novo perfil ao entender que o seu aluno, através do uso das novas tecnologias da informação e comunicação (TICs) potencializa o processo de aprendizagem quando faz uso e interpreta com clareza as novas linguagens presentes nessa teia global. Espera-se que seja perfil do professor conhecer e dominar as tecnologias aplicadas à educação e que essas novas linguagens presentes na hipermídia possam ser instrumentos de troca de informações e disseminação do conhecimento.

 
Essa ideia nos faz pensar em um novo ambiente escolar, em novas formas de ensinar e aprender, nas quais a tecnologia não seja subutilizada e a informática educativa ganhe espaço dentro da escola por meio de projetos transdisciplinares de pesquisa e aprendizagem. Estes projetos devem ser planejados pelo professor da área específica, que conhece o conteúdo a ser explorado, pelo professor de informática educacional que por sua vez conhece um grande número de ferramentas/softwares educativos em diferentes aplicações e facilita o processo aluno-computador e, por fim, a equipe pedagógica, gestora de todo este processo.

É esperada do professor a competência de usar as TICs como ferramentas de busca e construção do saber e não como ferramentas de conclusão do conhecimento, pois esse é papel do professor. As novas tecnologias não substituirão o importante papel do professor, bem como não diminuirão o seu esforço em buscar aprender cada vez mais: elas trazem novas formas de se chegar ao conhecimento, este por sua vez mais prazeroso, interativo e transversal.
 
Como desafio para 2011, amplie seus conhecimentos e busque desenvolver competências cada vez mais sólidas diante das novas tecnologias, das novas linguagens visuais e telemáticas presentes no ciberespaço. Crie um blog pessoal para troca de informações entre os profissionais da área de sua escola, ou conteúdos no qual o foco é o aluno, uma rede de relacionamento social na web como o Twitter, em que a discussão principal seja os temas em evidência na sociedade. Participe de um bom curso de capacitação em informática e aprenda as ferramentas de novos softwares e novas aplicações na educação. Conquiste o seu espaço na rede!
 

* Valderedo é professor de Informática, bacharel em Ciência da Computação e especialista em Tecnologias na Educação.


 

Seja o primeiro a comentar!

       


Visitas:39267

 

Serviços

sindicalização Online Guia de Contribuição Agenda de Homologação Sinpro-ES



Agendamento Jurídico Sinpro-ES


 

Informativo Online

Filiado a CTB Filiado a Contee

 



O perfil do professor frente às Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) na sociedade em rede - Sindicato dos Professores do Espírito Santo
 


 

Vitória

Linhares

Cachoeiro
de Itapemirim

Colatina

Sinpro-es Vitória

Sinpro-es Linhares

Sinpro-ES Cachoeiro

subsede colatina



SEDE: Rua Ulisses Sarmento, 24 – salas 301 a 309 – Ed. Leon Trade Center, Praia do Suá - Vitória/ES,Cep: 29052-320 | (27) 3315-5125 / 98156-8884
SUBSEDE NORTE: Avenida Comendador Rafael, nº 1.245, Sl. 204, Edifício Gezel, Centro, Linhares/ES, Cep: 29900-053| (27) 3371-0129 / 98174-8990
SUBSEDE SUL: Rua Prof. Quintiliano de Azevedo, 31, sala 408, Centro Empresarial Guandú - Cachoeiro de Itapemirim/ES, Cep: 29300-195 | (28) 3511-1203 / 98112-6345
SUBSEDE NOROESTE: Av. Getúlio Vargas, 500, sala 404, Colatina Shopping, Centro - Colatina/ES, Cep: 29700-010 | (27) 3120-2500