SUBIR
Para melhor visualização desse site, é necessário que você atualize seu navegador:
Seu navegador não é atualizado há muitos anos, vários sites não funcionam corretamente sendo necessário a atualização.

logo Sinpro-es

  • O Sinpro
  • Convênios
  • Seus Direitos
  • Para Você
  • Central de Mídia

Página Inicial Meu Cadastro Fale Conosco Nossa págiona no Facebook Siga-nos no Twitter



A Conta é Nossa

08/06/2010
Por Rondinelli Vieira
 

Ano eleitoral é ano de os políticos saírem distribuindo pacotes de bondades com nosso dinheiro. A lógica para quem quer se eleger é simples. Escolha um grupo qualquer – pode ser funcionários públicos, aposentados, professores, médicos, doentes cardíacos. Agora, crie ou modifique uma legislação para que este grupo receba um benefício novo ou maior. Os diretamente beneficiados lutarão pela aprovação da medida e apoiarão quem a propôs. Enquanto isso, o grupo que pagará a conta – toda a sociedade – é difuso demais para se organizar contra o aumento de despesas e punir o político gastão. Assim, gastos públicos e impostos não param de aumentar.
 
Muitas vezes, os aumentos de despesas são aprovados sem estimativas de custos. Mesmo quando elas existem, nunca nos contam como os gastos serão financiados. Só há três alternativas: corte de outro serviço público, emissão de dívida pública ou aumento de impostos. Quando os aumentos de impostos chegam, ninguém consegue relacioná-los aos gastos. Mais cedo ou mais tarde, o crescimento do endividamento será financiado através de elevação de tributos, aceleração da inflação ou calote da dívida. No final das contas, as duas últimas são apenas formas disfarçadas de – surpresa – aumento de impostos.
 
Para calcular o custo per capita de cada gasto público, é só dividir seu custo total por 190 milhões de brasileiros. E para estimar, aproximadamente, a parte da conta que cabe à sua família, basta saber quantas vezes sua renda familiar é maior ou menor que a renda per capita brasileira que, atualmente, é de R$ 1.370 por mês.
 
Um exemplo. O Congresso aprovou, recentemente, um aumento de 7,7% para as aposentadorias e eliminou o fator previdenciário, que reduz os benefícios de quem se aposenta muito jovem. O custo anual da medida é de R$ 5,6 bilhões ou cerca de R$ 30 por brasileiro. Um casal com renda total de R$ 5.500 por mês – cerca de quatro vezes a renda per capita brasileira – acabará pagando R$ 30 x 4, ou seja, R$ 120 a mais de imposto anualmente para financiar o aumento das aposentadorias.
 
Cada vez que um político criar algum pacote de “bondades”, saiba o quanto ele vai lhe custar e decida se este é um bom uso do seu dinheiro. Se for, ótimo – e há vários gastos públicos que considero justificados e pago feliz. Se não, mande um e-mail para todos os congressistas do seu Estado defendendo o que acredita. Você já trabalha quatro meses e meio por ano só para pagar impostos e tem todo o direito de não querer pagar ainda mais. Caso seus congressistas se posicionem contra seus interesses, guarde os nomes de quem não trabalhou por você e nunca mais os eleja.
 

*Rondinelli Vieira é professor de História

 


 

Seja o primeiro a comentar!

       


Visitas:1015

 

Serviços

sindicalização Online Guia de Contribuição Agenda de Homologação Sinpro-ES



Agendamento Jurídico Sinpro-ES


 

Informativo Online

Filiado a CTB Filiado a Contee

 



A Conta é Nossa - Sindicato dos Professores do Espírito Santo
 


 

Vitória

Linhares

Cachoeiro
de Itapemirim

Colatina

Sinpro-es Vitória

Sinpro-es Linhares

Sinpro-ES Cachoeiro

subsede colatina



SEDE: Rua Ulisses Sarmento, 24 – salas 301 a 309 – Ed. Leon Trade Center, Praia do Suá - Vitória/ES,Cep: 29052-320 | (27) 3315-5125 / 98156-8884
SUBSEDE NORTE: Avenida Comendador Rafael, nº 1.245, Sl. 204, Edifício Gezel, Centro, Linhares/ES, Cep: 29900-053| (27) 3371-0129 / 98174-8990
SUBSEDE SUL: Rua Prof. Quintiliano de Azevedo, 31, sala 408, Centro Empresarial Guandú - Cachoeiro de Itapemirim/ES, Cep: 29300-195 | (28) 3511-1203 / 98112-6345
SUBSEDE NOROESTE: Av. Getúlio Vargas, 500, sala 404, Colatina Shopping, Centro - Colatina/ES, Cep: 29700-010 | (27) 3120-2500